sexta-feira, 20 de março de 2009

"Só tem P, moça"

Sim, eu fiz uma dieta no início do ano. Depois de um 2008 corrido e de muitas guloseimas, o resultado estava bem visível na minha cintura. Cansada de entrar em lojas e ver vendedoras mal-resolvidas me olhando de cima a baixo antes de dizerem que não trabalhavam com o meu número, resolvi "tomar tento"e trocar de alimentação.

Na época da dieta, o blog entrou em um hiatus. Não estava achando muita graça em fotografar e postar pratos onde os legumes e verduras predominavam. Mas o tempo foi passando e, conforme 9 kg saíram do meu corpitcho (e as calças começaram a entrar de novo), adquiri alguns hábitos que eu pretendo não perder.

O primeiro: descobri o prazer dos restaurantes naturais. O meu preferido aqui em Porto Alegre é o Equilibrium, que fica no mercado da Redenção. Tem um ambiente amplo e colorido, um buffet lindo e super saboroso. É outra coisa montar um prato saudável com montes de opções de legumes e verduras fresquinhos à tua espera. Altamente recomendado mesmo para quem não está de dieta, afinal, o cardápio também conta com pratos não tão magrinhos, como os maravilhosos crepes de chocolate com nozes.

A minha segunda descoberta foi a de que saladas podem ser legais! Obviamente que não sair do básico mata qualquer um de tédio, mas sabendo variar, a salada pode tranquilamente virar uma refeição principal, bonita e colorida. E o melhor de tudo: é simples de adaptar e pode se transformar em um ótimo exercício de criatividade.


Essa salada foi uma invencionice que tentou agregar tudo que é necessário em uma refeição: vitaminas, proteínas e carboidratos. Você pode fazê-la ipsis literis, ou pode adaptá-la como preferir.

Os amigos podem ficar despreocupados que não me transformei em uma ex-gorda. Sempre existirá uma simpática gordinha yeah-yeah dentro de mim. Mas tem horas que a gente tem que decidir se gosta mais de chocolate ou de entrar nas suas roupas - mesmo que temporariamente. E tentar fazer a travessia sem perder o humor, nem o sabor.


Salada Bem Humorada

Eu não lembro com certeza das quantidades, por que fiz tudo "de olho". E de qualquer forma, uma boa salada se faz com criatividade e bom senso. Portanto, vou colocar somente o que utilizei e a quantidade fica por conta de vocês. Essa é uma refeição completa, que fica perfeita se acompanhada de um belo suco.

Alface americana
Cenoura
Azeitonas
Ervilhas
Milho
Ovos
Presunto magro
Pão integral
Azeite de oliva
Ervas finas
Sal

* Lave bem a alface e corte-a em pedaços médios. Rale a cenoura e corte as azeitonas. Reserve.
* Corte o pão integral em quadradinhos e leve-o ao forno médio por aproximadamente 15 minutos. Assim você terá croutons integrais.
* Corte o presunto magro em tirinhas finas e não muito compridas.
* Bata os ovos com um pouquinho de sal. Coloque em uma frigideira anti-aderente sem óleo (ou com o mínimo que você conseguir) e vá mexendo enquanto eles cozinham. Isso fará com que você consiga ovos em floquinhos.
* Coloque em uma tigela funda bem bonita a alface, a cenoura, as azeitonas, o milho, a ervilha e o presunto. Misture-os levemente, adicione um pouco de sal e de azeite de oliva.
* Coloque os ovos em floquinhos e os croutons e misture um pouquinho mais. Adicione as ervas finas a gosto e voilá.

2 comentários:

Silvinha disse...

Que bom que vc està mais feliz consigo mesma!

Ao invés de atacar saladas (eu não como mesmo, acho a maioria terrivelmente amarga), eu corro... e corro... e corro mais um pouco :D

Beijo!

Luci, perdida, ás, de copas... disse...

amei.
fiz hj e ficou super boa.